Passo tanto tempo mentindo para os outros, e com isso, mentindo para mim mesma; com a esperança de que vire verdade.
Descubro que algumas coisas nunca podem ser esquecidas e retiradas de nossas vidas. Superar é tão difícil, quase impossível; e doloroso demais…
Ás vezes até chego a rezar para que tudo isso não passe de imaginação, um jogo de minha mente, que o amor seja diferente, que o amor seja bom.
É estranho como depois de tudo, só o que consigo lembrar são os momentos bons e não os motivos para tudo ter acabado.
E lá vou eu, com a minha música, meus textos, tentando sempre seguir em frente, parando de pensar em tudo e só pensando no agora…
Fafá ;*

Sempre tive medo de mudar. Acho que a maioria da população “normal” não gosta de mudanças.
Mas o que eu mais odeio é uma vida sem novidades. Fica aquela coisa sem graça e chata; aquela mesmice te cutucando, irritando e incomodando…
Fafá ;*

Resenha: Percy Jackson e os Olimpianos

Posso dizer que comprei o primeiro livro só por causa do filme, mas foi uma relação tão forte, uma paixão tão intensa, que não sosseguei até ler todos. Eu sonhava com as histórias, gritava, chorava, ria e torcia pelo romance de Percy e Annabeth.
O filme me decepcionou muito (assim como aos outros fãs dos livros), mas os livros me levaram por uma viagem fantástica.
Por causa do Rock Riordan me apaixonei por todo tipo de mitologia. Foram livros que não pude ler seguidos, mas se for contar, foram no máximo 10 dias lendo.
Um ótimo livro para quem gosta de mitologia, aventura, um pouco de romance; e para aprender história sem perceber. 😛
BoaLeitura

P.s. Gostaria de saber a opinião de vocês, se o Percy tiver um filho com a Annabeth, o filho será um semideus (de que deus?) ou um deus?