O beijo dos meus sonhos

Naquele seriado vi a cena de um casal deitado na grama, o queixo dele no nariz dela, o queixo dela no nariz dele. E foi a cena de beijo mais fofa que eu já vi…
Naquela noite você estava deitado nas minhas pernas eu estava com o seu casaco que era grande mais para mim, e, enquanto nós conversávamos, você me olhava com seus olhos de estrela e me sorria com o seu sorriso de lua crescente. Falávamos sobre as mesmas coisas de cultura nerd de sempre e então, em alguma piadinha boba, seus olhos brilharam mais e você me puxou pelo (seu) capuz. Meu nariz no seu queixo, seu nariz no meu queixo. 
Foi aí que eu tive o melhor beijo da minha vida, o beijo dos meus sonhos. 
E nessa hora lembrei do seriado, de como a menina ficou feliz depois do beijo lembrei, daquela cena do filme O Homem Aranha, em que ele beija a Mary Jane pendurado de ponta cabeça em uma de suas teias, e de como aquilo tudo parecia ser perfeito. Mas não, aquilo do seriado e do filme não foi perfeito. O que estava acontecendo ali entre a gente é que era perfeito.
Eu acariciava seu rosto e o seu pescoço. Você sorria ás vezes durante o beijo. E não conseguíamos parar com aquilo, poderíamos ficar a vida inteira naquele momento fazendo para sempre o que estavamos fazendo.
Mas, aí as suas doze badaladas soaram e você teve que ir embora.
E eu nunca mais te vi…
Fafá ;*