Qualquer um cara

Sim, você era grande coisa na minha vida. Não é com qualquer um que fico até as três da madrugada simplesmente falando de amor. Não é qualquer um que me deixa feliz só brincando com a minha cadeira. Não me sinto bem com qualquer um puxando os meus cachos Não é qualquer um que eu aguento falando sem parar sobre coisas que antes não me interessavam. Não é com qualquer um que eu fico observando o céu. Não é por causa de qualquer um que eu resistiria a um melhor amigo muito gato, mas muito gato mesmo, com direito a sorriso perfeito, bom papo, estilo geek sexy e o melhor perfume. Não é o livro preferido de qualquer cara que eu topo ler. Não é qualquer cara que eu gosto que aguento falando da paixão dele por outra menina. E por último, não é a qualquer cara que eu gosto que eu me obrigo a resistir. Pois, você não era qualquer um, qualquer cara, você era o meu amigo, com quem eu fazia tudo isso citado aí em cima.
Agora você ainda é alguma grande coisa, mas não mais na minha vida, só na minha mente, uma grande borboleta verde; cinza e azul que sobrevoa minha memórias, pousa em minha mente de vez em quando e eu tenho que ficar espantando com o intuito que você vá e não volte nunca mais.
Fafá :*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s