É difícil pra ela. É sim, dá pra perceber o nó em sua garganta, o peito acelerado e os olhos marejados. Mas, dessa vez, ela tá dando o seu máximo. Resistindo dia após dia às milhões de coisas que problematizam sua rotina. Ela anda superando tudo em passos de formiga. Sabe que o abraço que tanto deseja demorará pra chegar, mas, tem que aguentar esse tempo, pois, ele chegará.

Cenas – 29

Passei o dia mandando mensagem.

Passei o dia sem entender porque não recebia resposta nenhuma.

A campainha tocou.

Os cachos negros foram a primeira coisa que vi quando abri a porta.

Ele me abraçou.

Sabia que eu precisava dele ali.

Do seu cheiro e do seu calor.

E do seu cafuné.

Só ficamos ali abraçados durante o que pareceu ser todo o tempo do mundo.

Tudo ficou bem.

Fafá ;*