Tartarugas até lá embaixo

Tartarugas até lá embaixo, de John Green

Isso não é uma resenha, isso é quase um spoiler. Apesar de tudo, tudo ficará bem. O que temos que ter é paciência para lidarmos com a vida é com nós mesmo, e aí, no final, você irá se surpreender com tudo o que conseguiu conquistar e onde conseguiu chegar.

A vida é clichê, mas isso também é uma caixinha de surpresas. Não deixe qualquer um de seus medos te privar de ser alguma coisa fantástica no futuro. Porque, você será. Você terá que olhar para você mesmo e perceber que chegou longe. Que pelo menos enfrentou pequenas coisas, mas que agora fazem uma diferença enorme. Você venceu algumas batalhas e aprendeu que outras não valiam a pena.

Você fez coisas irracionais para só depois aprender que seus pensamentos não são você, o que importa são as suas ações. Então, por favor, não desista de você. Não temos ideia do quão forte somos e quão longe podemos chegar. E no final, também aprendemos que, na maioria das vezes, só temos que observar as coisas de outra forma, pois, talvez, o mundo tenha surgido de uma explosão há bilhões de anos, mas, talvez, também seja só tartarugas até lá embaixo.

Fafá ;*

Anúncios